Picolinato de cromo: O que é, benefícios e contraindicações

O que é Picolinato de Cromo?

 

Cromo é um mineral essencial ao corpo humano, sendo que a forma que é mais absorvida pelo corpo é em picolinato. Ele está presente em alimentos como ameixa, cogumelo, aspargo, carnes, legumes e vegetais. Como muitas vezes a alimentação não supre a quantidade ideal de cromo diária, a suplementação é muito indicada. 

 

O cromo também tem efeito comprovado no emagrecimento, um estudo feito por pesquisadores do Texas e publicado no Journal Current Therapeutic Research mostrou que quem usou suplemento de picolinato de cromo perdeu 7 vezes mais quilos do que quem não usou.

7 benefícios do Picolinato de Cromo

 

1) EMAGRECIMENTO

O cromo faz com que o organismo utilize mais carboidrato como fonte de energia “queimando” os excessos, além de aumentar a sensação de saciedade, o que impacta na redução de medidas

 

2) REGULA O COLESTEROL

Um benefício gigante do cromo é que esse mineral reduz o LDL (colesterol ruim) e aumenta o HDL (colesterol bom). Sendo uma ótima opção de complementação no tratamento do colesterol. 

 

3) REGULA O AÇÚCAR NO SANGUE

O picolinato de cromo atua principalmente em enzimas ligadas ao metabolismo energético, possibilitando a regulação dos níveis de glicose sanguínea e diminuindo as taxas de açúcar no sangue, que são direcionados para dentro das células.

 

4) ANTIOXIDANTE

O picolinato de cromo conta com ação antioxidante capaz de combater a ação dos radicais livres que causam estresse oxidativo no organismo. Os radicais livres são como “sujeiras” químicas que inflamam o corpo e podem provocar doenças.

 

5) ANTI-INFLAMATÓRIO

Além do efeito antioxidante citado acima, o cromo confere ação anti-inflamatória, combatendo inflamações pelo corpo e sendo importante para a diminuição das toxinas que inflamam e provocam retenção de líquido.

 

6) REDUZ A VONTADE DE DOCES

A deficiência de cromo manda um verdadeiro alarme falso para o cérebro, informando que seu corpo precisa de glicose. Isso gera uma vontade maior de doces. O que pode ser driblado quando se consome o mineral de forma adequada.

 

7) COMBATE A COMPULSÃO ALIMENTAR

Lembra o “alarme falso” citado acima? Ele induz a pessoa a comer grandes quantidades de comida para suprir a falta de glicose no corpo. Ou seja, com cromo suplementado de forma correta a compulsão diminui.

Como tomar Picolinato de Cromo?

 

É recomendado que a ingestão diária de cromo esteja entre 50 a 300 mcg, antes de uma das refeições principais (café da manhã, almoço ou jantar). Lembre-se de manter a constância no consumo e nunca tome em dobro caso tenha esquecido no dia anterior e sempre consulte um médico ou nutricionista antes de começar a suplementar.

8 alimentos ricos em cromo

 

Levedura de cerveja: 112 mcg cromo (1 colher de chá ) 

Carne vermelha: 57mcg cromo (1 bife médio) 

Trigo integral: 38 mcg cromo (2 colheres de sopa) 

Pimenta malagueta: 30 mcg (1 colher de sopa) 

Ostra: 26 mcg de cromo (1 porção) 

Batata: 24 mcg de cromo (1 unidade ) 

Gérmen de trigo: 23 mcg de cromo (3 colheres de sopa ) 

Pimenta verde: 19 mcg de cromo (1 unidade) 

Efeitos colaterais e contraindicações


Dificilmente é relatado algum efeito colateral, no geral o Picolinato de Cromo é muito aceito pelo organismo, mas existem casos e casos. Por isso o acompanhamento médico ou nutricional é tão importante. Caso sinta náuseas (ou tenha episódios de vômitos), diarreia, dores de cabeça e cólicas o ideal é suspender o uso do suplemento.


Qualquer pessoa pode consumir? Ele deve ser evitado por quem apresenta sensibilidade aos compostos da fórmula, menores de idade, grávidas e lactantes devem fazer o uso apenas com indicação médica.

Referências: 

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0011393X98850406

https://www.cienciasaude.uniceub.br/cienciasaude/article/viewFile/558/378

http://eventoscopq.mackenzie.br/index.php/jornada/xvjornada/paper/view/1269/879

https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/prefix/13495/1/21606982.pdf

http://www.ccb.usp.br/arquivos/jornal/clipping_assessoria_de_comunicacao_2013.07.dicas.pdf

https://www.scielo.br/j/rbme/a/6kWrLdbpKbJp334gRhnHpvb/?format=pdf&lang=pt


Share on facebook
Share on whatsapp
Share on print

Escrito por:

Dayan Siebra

Dayan Siebra