Óleo de lavanda: Como usar, benefícios e contraindicações

O que é:

 

O óleo de lavanda é um componente muito utilizado na aromaterapia (ciência que se baseia nos aromas para induzir a cura e bem-estar) com benefícios comprovados pela ciência. É uma terapia que vem ganhando cada vez mais adeptos devido ao baixo custo e a facilidade de adesão.

8 Benefícios: 

 

ALIVIA A ANSIEDADE

Considerada um “calmante natural” a lavanda age no cérebro, causando relaxamento e diminuindo a sensação de euforia e ansiedade. Também é muito eficaz para reduzir os batimentos cardíacos e tremores causados pelas crises de ansiedade.

 

DIMINUI O STRESS

A lavanda age principalmente no meio do cérebro, em uma região chamada mesencéfalo, essa área é responsável por mandar uma mensagem para a adeno hipófise, parte frontal desta glândula super importante no nosso cérebro, avisando para diminuir o ACTH, a substância que causa o stress.

 

MELHORA A QUALIDADE DO SONO

Por conter esse poderoso efeito relaxante, a lavanda é altamente indicada para pessoas que sofrem de insônia. Induzindo a um sono mais calmo e profundo (confira o modo de usar no tópico a seguir).

 

ANALGÉSICO

A lavanda também é utilizada como analgésico, para aliviar principalmente dores de cabeça. Sua ação no cérebro permite um maior relaxamento do corpo e ameniza a sensação dolorosa.

 

ANTISSÉPTICO E ANTI-INFLAMATÓRIO

Seu óleo natural possui uma incrível ação antisséptica limpando e auxiliando na cura de feridas e queimaduras leves. Além disso, conta com um benefício anti-inflamatório, impedindo que o seu machucado inflame.

 

DESCONGESTIONANTE

Sabe aquele nariz trancado que incomoda e parece que leva uma eternidade para melhorar? A Lavanda conta com uma ação maravilhosa descongestionante, aliviando os sintomas quase instantaneamente.

 

REPELENTE DE INSETOS

Igual à famosa citronela, o odor da lavanda ajuda a espantar mosquitos, você pode utilizar o óleo na pele quando for fazer trilhas ou colocar as gotas em um difusor de ambiente para obter esse benefício.

 

SEDATIVO

Já citamos que lavanda é utilizada como analgésico, mas sedativo? Sim! O poder desse óleo é tanto que ela vem sendo usada inclusive por mulheres em trabalho de parto para diminuir a dor latente do momento.

É indicado para:

 

Asma

Bronquite

Dores de cabeça

Hipertensão

Reumatismo

Onde posso comprar?

 

O óleo de lavanda pode ser encontrado em farmácias de manipulação ou lojas de artigos naturais. Seu preço pode variar entre R$ 10,00 e R$ 25,00 reais, dependendo da marca e tamanho.

Como usar:

 

NA PELE

O óleo de lavanda pode ser utilizado puro (sem diluição) em cortes e feridas para promover a cicatrização e prevenir infecções. Também pode ser usado em áreas que geralmente apresentam rugas e marcas de expressão, sua ação antioxidante previne o envelhecimento precoce.

 

PARA ANSIEDADE E INSÔNIA

Basta pingar uma gota no travesseiro em média 45 minutos antes de deitar, o cheiro ficará levemente amenizado e a ação de relaxamento da lavanda permitirá uma noite mais calma e com melhor qualidade de sono.

 

EM TRABALHO DE PARTO

Como foi citado nos benefícios, o óleo de lavanda promove efeito sedativo, atuando no Sistema Nervoso Central relaxando a mente, corpo e as emoções. O ideal é  que a mulher sinta o aroma do óleo essencial antes e durante o trabalho de parto para conseguir usufruir dos seus benefícios.

 

DESCONGESTIONANTE

Basta pingar algumas gotas de óleo de lavanda em uma bacia com água quente, cubra a cabeça com uma toalha e inale o vapor. 

Contraindicações

 

Batemos sempre na tecla de que tudo na vida deve ser usado com equilíbrio, nesse caso não é diferente. O óleo de lavanda em excesso pode causar intoxicações, levando à dor de cabeça e náuseas.

Perguntas frequentes


Qual é o melhor horário para usar óleo de lavanda?

Depende muito do seu objetivo, se for para cicatrização em qualquer momento do dia. Porém, para insônia o ideal é utilizar no período noturno, de 30 a 45 minutos antes de se deitar.


Quem não pode usar óleo de lavanda?

Pessoas alérgicas a qualquer composto presente no óleo ou com hipersensibilidade à cheiros e perfumes. Nesse caso a essência pode desencadear dores de cabeça.


Crianças podem utilizar óleo de lavanda?

Não existe contraindicação com relação à idade, inclusive o óleo de lavanda pode ser usado para auxiliar a criança a ter uma noite de sono melhor.


Posso trocar o meu medicamento por óleo de lavanda?

Não é indicado parar nenhum tipo de tratamento medicamentoso sem consultar o médico primeiro. O tratamento com óleo de lavanda é um complemento para melhorar o bem-estar diário e atenuar certos problemas e desconfortos.

Referências

https://www.ufsj.edu.br/portal2-repositorio/File/coqui/TCC/Monografia-TCC-Barbara.pdf

https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/download/28616/22605#:~:text=Os%20principais%20objetivos%2

0da%20utiliza%C3%A7%C3%A3o,podem%20estimular%20o%20sistema%20parassimp%C3%A1tico

https://www.scielo.br/j/ape/a/zP7pm4cSFTr45VqTCzrz7NM/?lang=pt

http://www.saocamilo-sp.br/pdf/cadernos/36/07_aromaterapia.pdf

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on print

Escrito por:

Dayan Siebra

Dayan Siebra